Últimas Notícias
Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3

Como sair das trevas interiores?

As trevas não estão somente no mundo, mas, antes de tudo, dentro de nós

Jesus quer nos instruir a partir de Sua Palavra no Evangelho de São João: “Eu sou a luz do mundo. Aquele que vem em meu seguimento não andará nas trevas; ele terá a luz que conduz à vida” (Jo 8,12b). A frase seguinte vem explicitar que tipo de luz é essa: “Aquele que vem em meu seguimento não andará nas trevas; ele terá a luz que conduz à vida”.

Preste atenção: o pecado nos trouxe uma escuridão interior. As trevas não estão somente no mundo, mas, antes de tudo, dentro de nós. Quando Jesus se faz luz em nós, tudo começa a clarear. Na luz de Cristo somos iluminado, e acontece aquilo que o próprio Jesus disse: “Conhecereis a verdade e a verdade fará de vós homens livres”.

Veja o que nos conta São João:

Ao falar assim, muitos creram n’Ele. Jesus disse, pois, aos judeus que haviam acreditado n’Ele: “Se permaneceis na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos, conhecereis a verdade e a verdade fará de vós homens livres” (Jo 8, 30-32).

É nesse sentido que Cristo diz: “Eu sou a luz”. Nós precisamos dessa luz, porque o pecado original nos leva a não querer ver nossa realidade. O que aconteceu com Adão e Eva, nossos primeiros pais, logo depois que pecaram? Foram buscar folhas e se cobriram com elas, porque não queriam ser vistos por Deus nem ver a si mesmos. O pecado também coloca em nós essas “folhas”. Ele procura ocultar a verdade.

comosairdastrevasinteriores--600x450

 

Mas não adianta querer se esconder: Jesus é perdão. Onde Ele entra, o perdão entra. Onde o Senhor penetra, ali penetra a salvação. Mas se nos escondermos, o Senhor não nos atingirá. O pecado original é uma força infeliz que procura nos imunizar e esconder nossa própria verdade. Muitas vezes, sentimos remorsos por causa de nossos erros, mas não nos abrimos ao perdão. No fundo, não queremos admitir a verdade dolorosa que está em nós, pois ela mostra nossos pecados e nossas fragilidades.

No entanto, essa abertura é necessária, pois é pela verdade que somos libertos. Jesus é perdão, é luz. Quando nos abrimos à luz e aceitamos a verdade sobre nós mesmos, aceitamos nosso pecado, fraqueza e necessidade de salvação.

Então, o que fazer? Temos de nos abrir ao Senhor, acolhê-Lo. Aceitarmos a verdade como ela é e nela encontrarmos Jesus, nossa salvação.

Jesus quer que compreendamos o início de nossa transformação, pois esta não acontece de uma vez por todas, é um caminho. Por isso, sempre teremos de admitir a verdade sobre nós mesmos, o quanto ainda nos falta para sermos transformados, o quanto ainda precisamos ser salvos, perdoados e mudados.

Quando aceitamos a verdade tal qual ela é, a salvação acontece. Quanto mais caminhamos na luz, tanto mais nos transformamos e se santificamos.

Jesus é a luz da vida e nós precisamos nos deixar ser iluminados por ela.

(Trecho do livro “O pão da Palavra – Vol III” de monsenhor Jonas Abib)

Fonte: Canção Nova

Veja também

Programação de 13 de Abril

...............

Somos chamados a exercer a missão da Igreja

...............Sejamos membros vivos da Igreja, dispostos a professar nossa fé Cremos em um Deus vivo …